Montense FM - Todo Mundo Ouve
Netflix é processada por causa do sucesso de Round 6
04 out

Netflix é processada por causa do sucesso de Round 6

Empresa de Internet quer R$ 124,5 milhões por conta do alto tráfego de dados utilizado pelo público para ver “Round 6”.

Senta que esse caso é inusitado. A Netflix foi processada pela SK Broadband, um serviço de Internet da Coreia do Sul, por conta do sucesso da série “Round 6” (Squid Game). A empresa alega que o tráfego de dados utilizado para ver “Round 6” é imenso e exige que a Netflix arque com os custos de manutenção deste tráfego. Ela quer cerca de R$ 124,5 milhões por isso.

A Netflix se pronunciou sobre o caso e afirmou que vai recorrer. Em comunicado enviado para a revista Variety, um porta-voz do serviço de streaming disse que a empresa acredita no relacionamento colaborativo entre provedores de conteúdo e ISPs – “com cada um fornecendo a melhor experiência aos consumidores mútuos”.

“Estamos investindo pesadamente em trazer excelente conteúdo coreano para nosso público em todo o mundo. Apesar de não poder entrar em detalhes do processo, continuamos buscando um diálogo aberto com a SK Broadband, para que os consumidores possam continuar a desfrutar de streaming de conteúdo de alta qualidade em velocidades rápidas”, completou a Netflix.

Round 6: diretor fala a verdade sobre possível 2ª temporada

A série sul-coreana “Round 6” é o sucesso do momento na Netflix – nº1 em mais de 70 países – e quem já chegou ao fim se pergunta sobre uma 2ª temporada. Mas o criador e diretor Hwang Dong-hyuk admite que não tem planos para tal.

Em entrevista à revista Variety, Hwang Dong-hyuk contou que não esperava todo esse sucesso. Por isso, ele nunca planejou uma 2ª temporada. Segundo Hwang Dong-hyuk, a ideia de escrever e dirigir toda uma nova temporada é, na verdade, bastante desgastante. Ih….

“Não tenho planos bem desenvolvidos para outra temporada. É muito cansativo só de pensar nisso. Se fizesse [a continuação], certamente não o faria sozinho. Consideraria usar uma sala de roteiristas e gostaria de vários diretores experientes”, cogitou.

O que pesa para ele é justamente isso. Em “Round 6”, ele escreveu e dirigiu todos os episódios, pois “não gosta de trabalhar em equipe e prefere trabalhar sozinho”. Quando a série foi acusada de plágio, ele disse que produziu a trama entre 2008 e 2009, mostrando que trabalha nesse projeto há mais de uma década.

Fonte: https://portalpopline.com.br/netflix-processada-sucesso-round-6/